17/09/2020 às 08h11min - Atualizada em 17/09/2020 às 08h11min

A vacinação contra a febre aftosa na Ilha do Bananal está na reta final


Foto: Governo do Tocantins 
 
Faltam 14 dias para o término da vacinação contra a febre aftosa na Ilha do Bananal. Mesmo com a pandemia, o Governo do Tocantins, por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) manteve o calendário oficial para não haver qualquer tipo de impacto sanitário no rebanho. Ao todo seis equipes estão a campo realizando as ações que pretendem alcançar 350 retiros e aproximadamente 100 mil bovinos e bubalinos. A campanha iniciou no dia 1º de agosto e segue até o dia 30 de setembro.

A agulha Oficial, termo utilizado quando são os técnicos da Agência que executam a vacinação, tem duração de 60 dias na Ilha e ocorre uma vez por ano. “É uma forma de garantirmos a manutenção do status sanitário chancelado mundialmente sem corrermos riscos de falhas. Existe um grande trabalho desempenhado para que tudo aconteça com resultado satisfatório e atinja 100% destes animais”, avalia o presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha.

Em 2019, foram vacinados 116.796 animais de todas as faixas etárias. Destes 92,13% sob a responsabilidade dos técnicos da Adapec, o restante contou com o apoio das equipes da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) e do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea).

Ilha do Bananal

A Ilha do bananal tem cerca de 2 milhões de hectares, na parte que atinge o Tocantins faz divisa com oito municípios: Formoso do Araguaia, Sandolândia, Lagoa da Confusão, Araguaçu, Cristalândia, Dueré, Caseara e Pium. (Governo do Tocantins).


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento