07/09/2020 às 07h51min - Atualizada em 07/09/2020 às 07h51min

Após solicitação do Governo do Tocantins, Exército vai iniciar combate a queimadas e incêndios florestais


Foto: Secom TO 
 
O efetivo de 300 homens do Exército no Tocantins está apto a iniciar as atividades de combate a incêndios e queimadas florestais no Estado. O vice-governador do Estado, Wanderlei Barbosa, esteve na manhã desta sexta-feira, 4, no 22° Batalhão de Infantaria, em Palmas, onde recebeu do comandante da 3ª Brigada de Infantaria Motorizada, general Marcus Alexandre Fernandes, a confirmação do início das atividades.
 
A solicitação para que o governo federal autorizasse o emprego das Forças Armadas no combate a incêndios dentro do território tocantinense já havia sido feita pelo governador Mauro Carlesse, ao presidente da República, Jair Bolsonaro. A autorização foi publicada na edição do dia 20 de agosto no Diário Oficial da União (DOU).

O comandante Marcus Alexandre destacou que, a partir de agora, o Tocantins passa a fazer parte da Operação Verde Brasil 2 e o 22° Batalhão de Infantaria vai atuar em todo o Estado. “Trabalharemos em conjunto com todos os órgãos do Governo para contribuir no combate aos crimes ambientais e aos incêndios florestais. Vamos montar um Centro de Operações empregando todas as agências interessadas no combate aos incêndios para que possamos identificar exatamente onde serão os pontos principais a serem atacados”, explicou. (Secom).


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento