22/08/2020 às 08h02min - Atualizada em 22/08/2020 às 08h02min

Eleições 2020: em Araguaína, Prefeitura e Governo do Estado, duas máquinas de moer, devem medir forças nas próximas eleições


Foto: Representação
 
Alberto Rocha
 
A corda sempre quebra para o lado mais fraco. 

As eleições municipais deste ano, que vão acontecer em novembro, vão mostrar quem será  o lado mais fraco, se Governo do Estado ou a Prefeitura. Tudo leva a crer que as duas forças devem travar um verdadeiro duelo de gigantes e de egos ressentidos.

De um lado, a máquina de moer do Ronaldo Dimas já ligou os motores e avança decidida para um “terceiro mandato branco” do prefeito. Não se pode negar as mudanças estruturais ocorridas na cidade nas duas gestões do atual prefeito, que deve se utilizar desse argumento para levar seu candidato à vitória. Além disso, Dimas já tem o apoio do grupo dos 7, partidos que juram de pés juntos que acompanham o prefeito até o fim. 

Do outro lado, a máquina de moer do Governo do Estado, se quiser, pode destruir muita ponte pelo caminho. Neste caso, restaria apenas uma alternativa para os adversários do governo: atravessar um rio infestado de piranhas e de jacarés famintos, caso queiram chegar à Prefeitura.

Ainda, no meio das duas máquinas de moer,  tem o PT, com Leador Machado, e o forte grupo de Jorge Frederico (MDB), que já afirmou que não abre mão da candidatura. A vantagem de Jorge é que ele poderá contar com a ajuda da máquina de moer do Governo do Estado. Com o MDB nas mãos, Jorge ganha força e comanda a oposição, e uma ajudinha do palácio ajudaria e muito na caminhada rumo à Prefeitura.






 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento