30/07/2020 às 08h43min - Atualizada em 30/07/2020 às 08h43min

Governador Carlesse debate ampliação de leitos Covid e suspensão das aulas com integrantes do Comitê de Crise


Foto: Divulgação
 
Órgãos e instituições que compõem o Comitê de Crise para Prevenção à Covid-19 participaram de mais uma videoconferência nesta quarta-feira, 29, para atualizar dados e avaliar as ações executadas durante a pandemia no novo Coronavírus no Tocantins. Coordenando a reunião, o governador Mauro Carlesse reforçou sua preocupação em manter o Estado como um dos que apresentam menores índices de casos e óbitos do País.

“Estamos mais uma vez em busca de alinharmos as ações que sejam melhores para o Tocantins, com a preocupação de fazer as coisas corretas para que a gente não chegue a situações mais difíceis que outros estados já estão enfrentando. Aqui, nenhum erro vai ocorrer por falta de conversa, debate e de busca pelas melhores decisões. Estamos e continuaremos atentos e vigilantes, cuidando da nossa população”, garantiu o Governador.

O secretário de Estado da Saúde,  Edgar Tollini, informou que está prevista para a próxima semana a liberação de mais 60 leitos clínicos e 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva [UTI] no Hospital Oncológico de Palmas. 

“Trata-se de um hospital pronto e equipado, que dará assistência para a macrorregião do Cantão e a região metropolitana da Capital. Atualmente, o Tocantins dispõe de 45 leitos de UTI e vamos chegar a 85 com mais 10 leitos que vamos ampliar em Augustinópolis; 10 leitos no Instituto Sinai, em Araguaína; e outros 10 que estamos trabalhando para implantar em Gurupi. Continuamos enfrentando dificuldades, mas em Brasília escutamos do ministro da Saúde que o trabalho que tem sido feito pelo Governo do Tocantins e por este Comitê é de destaque”, afirmou.

Recursos

Segundo o secretário de Estado da Saúde informou, um total de R$ 125 milhões foram enviados pelo Ministério da Saúde aos 139 municípios tocantinenses. “Os municípios receberam 57% e o Estado 43%. Foram alocados R$ 92 milhões para o Estado, mas até agora vieram R$ 77 milhões, faltando R$ 15 milhões”, informou. (Secom).




 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento