01/07/2020 às 09h03min - Atualizada em 01/07/2020 às 09h03min

Vereador insinua que prefeita está mentindo para a sociedade;


Foto: Divulgação 
 
A Câmara de Palmas realizou Audiência Pública para prestação de contas da Secretaria Municipal de Saúde, referente ao 1º Quadrimestre de 2020. O vereador Milton Neris (PDT), que solicitou a prestação de contas sobre os gastos referentes ao coronavírus, desde o início da pandemia, criticou a irresponsabilidade cometida pelo poder executivo municipal ao fazer um tratamento seletivo com a população. Além disso, voltou a reafirmar a necessidade da realização de ações efetivas e da realização de testes, e a importância de expor a verdade para a população.

Para Neris, os responsáveis pelas decisões referentes a saúde que compõem o COE (Centro em operação em Emergência), precisam ser profissionais da saúde, que estão lidando diretamente com os casos de Covid-19. 

Em relação a falta de realização de testes, o vereador explicou que a orientação de isolamento para os pacientes que se encontravam doentes, mas não tinham um diagnóstico para detectar o motivo da doença por não haver realização de exames, foi uma decisão prejudicial para inúmeros cidadãos. “Quando o município adquiriu 10 mil testes para realização por meio do laboratório municipal, 60 dias já haviam se passado. As pessoas se contaminando e a doença presente na cidade inteira”, explicou.

O parlamentar voltou a defender a necessidade de estruturar UTI’s públicas, novos leitos clínicos com respiradores e remédios. “Tinha que ter preparado desde o primeiro momento a estrutura de saúde da cidade. O problema é que a gestão tomou decisões pelo pensamento de meia dúzia de pessoas, em detrimento de uma grande sociedade, sem ouvir ninguém. Então, não adianta mentir para a sociedade,” disparou Neris. (com informações da assessoria).




 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento