25/06/2020 às 07h51min - Atualizada em 25/06/2020 às 07h51min

No norte do Estado, Câmara desmente prefeito sobre suposta ajuda aos profissionais de saúde


Foto: Divulgação 
 
A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Palmeirante-TO divulgou nota de esclarecimento desmentindo afirmação do prefeito Charles Dias de que uma gratificação para os funcionários da saúde e CRAS, que estão na linha de frente do combate ao Coronavírus, depende "apenas da aprovação da suplementação do orçamento" pela Casa de Leis.

Na nota, a Câmara de Palmeirante assegura que não há qualquer menção à gratificação nos projetos 26 e 28, de 2020, os únicos do Executivo que tratam de Orçamento e tramitam nas comissões parlamentares. Ambos foram devolvidos ao prefeito Charles Dias, no final de maio, por insconstitucionalidade. 
 
Conforme os ofícios de devolução, os projetos 26 e 28 possuem 'vícios'. A nota enfatiza que os 'vícios' já foram informados "ao senhor Prefeito que até o momento não tomou as devidas providências em saná-los" para a conclusão da tramitação. 
 
"É assim que se pronuncia a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Palmeirante na condução dos trabalhos aqui realizados. Não permitindo que seu trabalho seja politizado por qualquer liderança política de qualquer esfera que venha a trazer a público inverdades ou que tenha o cordão de tratar assuntos sérios como o da Saúde dos seus munícipes e servidores e prol de gestão e obrigação que há tempos já deveria ter tomado as decisões voltadas à segurança e saúde da população, haja vista o aumento de casos de covid-19, que lamentavelmente foi registrado o primeiro caso de óbito em nosso Município", encerra a nota.



 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento