18/06/2020 às 07h49min - Atualizada em 18/06/2020 às 07h49min

Servidores da educação reclamam de aglomeração na entrega de atividades pedagógicas remotas para alunos em Araguaína


Foto: Divulgação 
 
A prefeitura de Araguaína iniciou, nesta quarta-feira,17,  entrega  de material pedagógico para as mais de 21 mil crianças atendidas nas creches e escolas da rede pública municipal. O material será utilizado em casa durante a suspensão das atividades escolares no modo presencial.

Mas servidores que trabalham nas unidades escolares, entre eles, professores e coordenadores, dizem que a entrega está sendo feita de forma “ insegura e perigosa”,   pois, segundo eles, estaria havendo aglomeração de pessoas nas salas e pátios das escolas, misturando servidores, pais e responsáveis pelos alunos, o que poderia colocar em risco as medidas de combate ao coronavírus impostas pelo próprio Município.

Nas unidades escolares onde acontecem as entregas, estão se juntando entre 60 e 70 pessoas, só entre servidores. Esse contato estaria colocando em risco a saúde dos servidores. 

“O risco é grande, é muita gente  junta no mesmo lugar; isso não está correto. A prefeitura deveria tomar mais cuidado com essa entrega de material, já que a cidade é a campeã estadual em contaminação do covid-19. A saúde de todos aqui e da própria população corre risco. A prefeitura precisa tomar providências urgentes; muitos servidores não falam porque têm medo de retaliações”, disse um servidor.

O site otocantins pediu uma nota à Prefeitura, mas não houve resposta.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento