05/02/2020 às 06h01min - Atualizada em 05/02/2020 às 06h01min

Crise: Município tocantinense diminui salário de servidores, internet, luz, suspende festas, aluguel de veículos, diárias, gráfica, combustível


 
O Município de Aguiarnópolis, região do Bico do Papagaio, às margens da BR 153,  tem uma população de pouco mais de  6 mil habitantes e está passando por uma de suas piores crises financeiras.
 
O pivô da crise seria a redução do repasse do Imposto do Comercio de Mercadorias e Serviços (ICMS), o que contribuiu para uma perda no índice de participação do município e  resultando na diminuição de 33,3% no recebimento do ICMS.
 
Essa redução do índice de participação do município se deve principalmente ao encerramento das atividades da empresa BONASA ALIMENTOS S.A, no exercício de 2018.
 
O prefeito Ivan Paz, foi obrigado a “cortar na própria carne” para manter o equilíbrio das finanças.
 
O corte foi tão drástico que até secretárias  entraram  na lista de redução, além de gastos com despesas de gráfica, combustível, energia, internet, locação de imóveis, suspensão de eventos que importe em despesa ao erário municipal, redução da estrutura administrativa, redução da frota de veículos alugados, além de outras demandas, tudo para que o município de Aguiarnópolis possa se adequar ao novo orçamento.
 
Uma das preocupações da gestão é evitar futuros problemas com o Judiciário e o Tribunal de Contas.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento