04/02/2020 às 08h07min - Atualizada em 04/02/2020 às 08h07min

No norte, ex-prefeito que está inelegível e que teve R$ 6,8 milhões bloqueados, declara apoio a fazendeiro


Ex-prefeito Paraná (camisa verde e ao centro); fazendeiro Mauro (ao centro, camisa escura).
 
No Brasil, quanto menor o Município mais acirrada é uma eleição política. Um exemplo disso vem de Palmeirante, cidade com pouco mais de 4 mil habitantes e que fica cravada na região noroeste do Estado, a 490 km de Palmas.
 
Além da pré-candidatura a prefeito do presidente da Câmara e também do atual prefeito  que deve tentar a reeleição,  agora outro candidato também  se coloca na frente do eleitorado. Trata-se do fazendeiro Mauro, dono da fazenda São Paulo.
 
Mauro teria ganhado o apoio  do ex-prefeito Manoel de Oliveira Plínio, mais conhecido como Paraná, que está inelegível, acusado de prática de improbidade administrativa. O ex-prefeito teve os bens bloqueados, cerca de R$ 6,8 milhões, ao ser acusado de  ter causado sérios prejuízos ao Município.
 
Na época, a ação contra o ex-prefeito Paraná  foi movida pelo próprio Município de Palmeirante, por meio  de uma ação civil pública.
 
As irregularidades do ex-prefeito teriam sido praticados nos anos de  2009/2012 e 2013/2016. Na  época, a justiça determinou o boqueio de R$ 6.805.027,00.  A decisão judicial foi motivada pela  “gravidade dos fatos e do montante do prejuízo causado ao erário, o que atinge toda a coletividade do município”, diz trecho da decisão.

 

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento