27/01/2020 às 07h30min - Atualizada em 27/01/2020 às 07h30min

Alguém precisa avisar a Prefeitura de Colinas que dinheiro não se acha na esquina; dinheiro vem do povo sofrido

Alberto Rocha - Alberto Rocha


Artigo de opinião- Alberto  Rocha
 
 
A Prefeitura de Colinas  do Tocantins, região central do Estado, deu um exemplo do que não fazer com o dinheiro público, dinheiro este que vem do povo sofrido que paga seus impostos em dia e que e que precisa de melhorias.
 
Causou espanto  o valor pago pela Prefeitura para uma empresa  do Sul do Estado só para realizar 16 horas de aulas de treinamento para profissionais da educação.
 
O valor chega perto dos 400 mil reais por mais ou menos 16 horas de atividades. O que é isso? Onde o prefeito está achando esse dinheiro todo? Por que gastar tanto dinheiro assim numa cidade em que o povo reclama por melhorias, ruas cheias de buracos, entre outras mazelas que atingem a população?
 
Será se o prefeito tem a consciência tranquila diante de uma gastança desse tamanho, quase 400 mil reais por cerca de 16 horas de treinamento?
 
Não teria sido mais vantajoso pegar todo esse dinheiro e distribuir com os professores do Município, comprar cestas básicas para os pobres  em vez de dar para uma empresa só?
 
Alguém avisa ao prefeito que dinheiro não se acha na esquina, é do povo sofrido de Colinas. Alguém avisa ao Ministério Público sobre essa dinheirama toda.
 
O povo de Colinas não pode abaixar a cabeça e aceitar uma atitude dessa. O povo precisa reagir, ir para as ruas, exigir economia e seriedade no trato com a coisa pública. Gastar quase 400 mil reais por 16 horas de treinamento é de lascar o cano e o povo também.
 
 
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento